RESENHA DE CD: ChaosFear – Be the Light In Dark Days

Com energia renovada o ChaosFear lança neste ano de 2020 um trabalho consistente e alinhado. ‘Be the Light in Dark Days’ possui sete canções carregadas de peso, velocidade e arranjos, tudo a sua proporção. Aqui, a banda formada por Fernado Boccomino (vocal e guitarra), Eduardo Boccomino (guitarra), Marco Nunes (baixo e teclados) e Fabio Moysés (bateria) mostra que o Metal pode avançar sem se apegar demais às influências dos anos oitenta e noventa.

O primeiro momento do CD acontece com a rapidez dos riffs de ‘Be the Light in Dark Days’, mas a melodia vocal no refrão contrasta um pouco com a execução nervosa da música. Isso é um tipo de ousadia que muitas vezes não funciona, pois deixa tudo muito burocrático de se ouvir, o que não é o caso desta faixa título pelo fato de haver bons encaixes de idéias e pela música não ser tão longa.

Com uma pegada forte e mais cadenciada a segunda canção ‘A New Life a Head’ conquista o ouvinte pela base dos riffs, linhas mais trabalhadas e, particularmente falando, uma execução de bateria muito legal, os vocais mais limpos ampliam a versatilidade do álbum que ainda expõem a qualidade da cozinha em ‘Cold’. Nesta, o baixo segura mais que o peso e se evidencia em boa parte da duração como perfeito protagonista.

E por falar em baixo, Marco Nunes não é apenas o músico das cordas graves, o baixista foi quem produziu este material, incluindo as mixagens. Para um álbum como este, onde se confere a essência do Thrash Metal associada a elementos que exploram mais a musicalidade, seria natural a exigência de um profissional de gabarito para entender o clima e, nada mais claro, que um músico da própria banda com conhecimentos além da arte de tocar. Bingo!

Este não é um ano de muitos lançamentos devido ao que está ocorrendo no mundo com o novo Coronavírus, mas felizmente bandas como o ChaosFear souberam trabalhar neste período de pandemia e, aqui, os paulistas entregaram um álbum agradável e conciso. Recomendo sem ressalvas, mas tem que gostar de peso e modernidade.

Capa do álbum Be The Light In Dark Days

Track list

1- “Be The Light In Dark Days”

2- “A New Life Ahead”

3- “Cold”

4- “From No Past”

5- “Mindshut”

6- “The Hand That Wrecks The World”

7- “The Alliance”