Holdark: vocalista fala sobre Fly My Ravens e não descarta antecipação de full length

O single de estreia da Holdark, “Fly My Ravens”, já fez o som da banda romper fronteiras com seu pagan/viking metal atemporal. Lançada em janeiro de 2018, a música que fala sobre lendas nórdicas já foi conferida por bangers da Europa, América do Norte e América do Sul até onde se tem notícia. No Brasil, cresce o número de fãs puxado pelo interesse em saber mais sobre o estilo único de tocar, praticado por Luciano Scanhoela (vocal e guitarra), Francisco Vidal (guitarra), Humberto Masçau (baixo) e Wendel Rodrigues (bateria).

Fly My Ravens foi a terceira composição da Holdark, definindo o estilo de elaborar nossas músicas, principalmente com relação as guitarras – ela segue um ritmo mais lento e carregado justamente porque narra a experiência diante da aparição dos corvos de Odin a um rei, fazendo-o refletir sobre o seu passado e acreditar em seu futuro”, explica Luciano, autor da letra.

Mesmo com enredo predefinido, Luciano reconhece que seu estilo de escrever é metafórico e não descarta as várias interpretações dos fãs. “Basicamente a mensagem é a que acabei de falar, mas como não costumo fazer letras bem diretas, as pessoas podem ter suas próprias conclusões, algumas acham que ela é fúnebre e outras não, vai de como o ouvinte está se sentindo no momento em que a ouve. Ela é uma de nossas composições que segue a linha mais viking”, declara.

Atualmente a banda se encontra em estúdio preparando novo material. Brevemente um novo single sairá. “A bateria já está gravada e pronta, já marcamos para gravar as guitarras e, se obtivermos mais tempo, gravaremos o baixo no mesmo dia”, revela o músico. Uma das metas do grupo é compor com favorecimento de tempo e mantendo a organização, para oferecer ao seu público um full length, que poderá ser produzido no lugar do EP que era a ideia inicial. “Estávamos pensando sobre isto e achamos melhor já mandar um disco completo depois deste próximo single, nem que demore um pouco mais para ser lançado, porque a intenção é não utilizar estas músicas dos singles no disco e nem as dos EP, caso saísse, mas como nossas músicas não são muito longas teríamos que compor bastante, aí é ‘foda’ (risos), por isso estamos querendo ir para o álbum completo mesmo”, encerra o vocalista.

Confira o lyric video de “Fly My Ravens” que também está disponível em formato físico através dos contatos da banda:

Originária de Tatuí/SP, a Holdark Distingui-se da maioria dos grupos que seguem o mesmo estilo, focando a maior parte de sua a melodia nos riffs e solos. Seguindo uma espécie de paradoxo aos grandes nomes da vertente viking, os paulistas preferem apostar na ausência de complexidade, para assim moldar o próprio estilo com execuções curtas e pesadas, se distanciando de temas épicos de longa duração.

Contato:

holdarkofficial@gmail.com

https://www.facebook.com/holdarkofficial

Assessoria:

www.braunamusicpress.com